segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

VOLTA ÀS AULAS - É HORA DO LANCHE SAUDÁVEL!


Nesta temporada de volta às aulas, começa a preocupação diária com o conteúdo das lancheiras da garotada. É importante lembrar que oferecer as crianças uma alimentação mais equilibrada e variada irá garantir a prevenção de doenças e a manutenção da saúde.
Mas como conseguir tal fato se hoje o apelo das propagandas hipnotizam as crianças com produtos “coloridos” e “saborosos” como grandes atrativos, porém nada nutritivos?
Essa tarefa cabe especialmente aos pais e educadores que devem incentivar as crianças a uma alimentação de qualidade, orientando e promovendo educação nutricional e introduzindo nas lancheiras e cantinas alimentos mais saudáveis. É preciso despertar para a conscientização da necessidade de uma mudança alimentar evitando com isso outro problema que afeta milhares de crianças e jovens adolescentes: a obesidade.

Confira as dicas de como montar um lanche saudável e mais nutritivo:

• Pense nos alimentos coloridos e atraentes. Escolha frutas variadas e coloque-as nas lancheiras já lavadas e secas.
• Deixe seu filho escolher e preparar os lanches, isso ajuda a evitar com que ele troque os lanches que não gosta. Pergunte sempre o que ele gostaria de comer.
• Invente nomes divertidos para os lanches e sucos de frutas que você preparar atraindo a criança para a degustação.
• Líquidos devem ser acondicionados em garrafas térmicas; bem como sucos e iogurtes.
• Evite bolachas recheadas ou amanteigadas, pois elas contêm muita gordura. Prefira biscoitos sem recheio, ricos em fibras, como os de aveia e as torradas integrais.
• Modere no chocolate, balas, salgadinhos e refrigerantes, pois são excessivamente calóricos e com pouco valor nutritivo. Deixe na lancheira sempre uma garrafinha com água.
• Observe se a escola tem alguma forma de guardar alimentos que os alunos levam para o lanche (geladeira), o que tornará possível uma maior variedade no cardápio.
• Todos os lanches devem ser acompanhados por algum tipo de proteína (carne, queijo, ovos, leite etc), podendo ser utilizados das formas mais variadas: bolos e tortas salgadas com recheio de carne ou frango, de preferência assados.
• É importante que o leite (ou seus derivados) esteja presente em todos os lanches, o que pode ser feito através da adição de queijo nos sanduíches ou salgados, quando o leite não estiver presente.
• Use eventualmente os embutidos de carne (presunto, mortadela, salsicha etc), pois são produtos com grande concentração de sal e sofrem adição de conservantes químicos em seu processo de fabricação. Também contêm uma grande porcentagem de gordura, devendo-se dar preferência, quando utilizá-los, aos do tipo "light", principalmente para o caso de crianças que já estejam com excesso de peso.
• Alternar alimentos salgados e doces é uma boa alternativa para atender ao paladar da criança, ou seja, no dia em que for servido um sanduíche à base de frango e queijo, por exemplo, não serão oferecidos biscoitos doces, ficando esses para o acompanhamento de uma vitamina de fruta ou iogurte de frutas.
• O mais importante é garantir que a quantidade consumida seja suficiente para atender à fome naquele horário específico, mas não gere excessos que impeçam a aceitação da próxima refeição. Para isso, é bom observar a criança em casa, como ela se comporta nos horários das refeições (em termos de volume e aceitação) para não alimentá-la em excesso ou deixá-la com fome no horário da escola, o que certamente trará prejuízos no seu rendimento escolar.
• Se possível tente introduzir na alimentação um pouco de soja e castanhas.

Na hora de comprar os ingredientes para o lanche de seu filho pense na importância do valor nutricional. Muitas vezes trocar um delicioso bolo com recheio de chocolate por uma fruta não é tão difícil assim. Lembre-se sempre de oferecer ao seu filho alimentos mais saudáveis. Uma boa alimentação vai garantir mais saúde e qualidade de vida.